Carros movidos a etanol levam 1º, 2º e 4º lugares no Rally dos Sertões

13CFDE1C-B03D-43B8-9E26-B4623874167B[1]

Premiação dos cinco primeiros colocados na categoria "Carros"
Foto: Web Motors/ Stepan Norair Chahinian


Os veículos movidos a etanol conquistaram o 1º, 2° e 4° lugares da categoria "Carros" no Rally Internacional dos Sertões, a maior competição off road do Brasil. Na bandeirada final dada na sexta-feira (20/08), após dez dias de uma competição intensa, os automóveis movidos pelo combustível renovável mostraram que vieram para ficar. É a primeira vez que se utiliza etanol neste Rally.

A bordo do Mitsubishi L200 Triton RS, Guilherme Spinelli ganhou a prova ao lado do navegador Youssef Haddad, seu terceiro título na competição. Pilotando o modelo Mitsubishi L200 flex e apoiado pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), a dupla Klever Kolberg e Flávio França chegou em segundo lugar, além de faturar o prêmio da categoria “Etanol”. Cristian Baumgart e Beco Andreotti chegaram na 4º colocação, acelerando um Mitsubishi L200 Triton.

“Ficamos orgulhosos com o desempenho do Kolberg e sua equipe, principalmente pelo seu pioneirismo de levar o etanol como um combustível sustentável já antes, no Rally Dakar, e pela excelente performance alcançada no Rally dos Sertões. Isso prova que sustentabilidade e velocidade andam juntas,” destaca Leandro Pampin, gerente de Marketing da UNICA. No Rally Dakar 2010, ocorrido em janeiro, Kolberg foi o primeiro piloto a adotar o etanol produzido a partir da cana-de-açúcar.

Prova de fôlego

Após percorrer mais de quatro mil quilômetros passando por seis estados (Goiás, Minas Gerais, Tocantins, Maranhão, Piauí e Ceará), Kolberg diz que o segundo lugar obtido na classificação geral superou suas expectativas. Ele destaca particularmente a competitividade do etanol perante a outros combustíveis usados na competição: “O etanol nos proporcionou um ótimo desempenho em comparação aos outros competidores que usaram combustíveis fósseis”.

Para o piloto, o primeiro lugar poderia ter sido alcançado não fossem alguns problemas mecânicos no seu carro. “Tivemos que trocar quatro vezes os pneus, o que aumentou a diferença em relação ao primeiro colocado,” destacou.

Pelo caminho

Ao todo 155 veículos, sendo 70 motos, 60 carros, 15 quadriciclos e 10 caminhões, largaram no dia 11 de agosto, em Goiânia (GO). Somente 112 deles - 47 motos, 45 carros, 12 quadris e oito caminhões - conseguiram cruzar a linha de chegada, no Beach Park, em Fortaleza.

Exceção feita ao piloto Guilherme Spinelli, o Rally Internacional dos Sertões teve neste ano três novos campeões: Marc Coma (KTM), nas motos; Rafael Sonik (Yamaha 900), nos quadriciclos; Marcos Cassol (Ford F4000), nos caminhões.
Confira, abaixo, os 10 primeiro colocados nas categorias “Carros”, “Motos”, “Caminhões” e “Quadriciclo” do 18° Rally Internacional dos Sertões e os tempos obtidos.

Categoria Carros:
1º - Guilherme Spinelli /Youssef Haddad - (Mitsubishi) 25h39min39s0
2º - Klever Kolberg/Flavio Marinho de França - (Mitsubishi) 25h54min58s2
3º - Paulo Nobre (Palmeirinha)/Luiz Carlos Palu (BMW) - 26h20min21s6
4º-  Cristian Baumgart/Beco Andreotti - (Mitsubishi) 26h50min27s9
5º - João Antonio Franciosi/ Rafael Capoani - (Sherpa) 26h57min44s6
6º - Luiz Facco/Silvio Deusdara - (Mitsubishi) 27h53min34s0
7º - Riamburgo Ximenes /Stanger Welerson Eler - (Mitsubishi) 28h05min07s9
8º - Jean Azevedo/ Emerson Cavassin - (Mitsubishi L200 EVO) 28h12min05s6
9º - Richard Vanders/ José Spacassassi - (Sherpa V2) 28h38min32s1
10º - Reinaldo Varela/ Eduardo Bampi - (Mitsubishi Pajero Full) 29h02min52s0


Categorias Motos:
1° - Marc Coma (ESP/KTM 660 Rally) - 25h52m42s3
2º- Felipe Zanol (BRA/Honda CRF450X) - a 17m25s5
3º- Kuba Przygonski (POL/KTM 690) - a 39m44s5
4º- David Casteu (FRA/Sherco Rally 450) - a 43m08s4
5º - Dario Julio Lopes de Souza (BRA/Honda CRF450X) - a 56m26s0
6º - Jacek Czachor (POL/KTM 690) - a 1h47m56s7
7º - Guto Klaumann (BRA/Protótipo 450cc) - a 2h06m16s9
8º - Ramon Sacilotti (BRA/Yamaha WR450F) - a 2h43m20s4
9º - Ramon Volkart (BRA/BMW G450RR) - a 3h06m19s0
10º - Norton Lopes (BRA/Honda CRF450X) - a 3h23m01s9

Categoria Quadriciclo:
1º - Rafal Sonik (POL) - Yamaha 900 - 30h18min11s1
2º - Francinei Souza Costa (BRA) - Yamaha 700 - 32h33min38s6
3º - Sergio Klaumann (BRA) - Honda 700- 33h08min33s4
4º - André Suguita (BRA) - KTM 525 - 34h31min12s0
5º - Marcio Oliveira (BRA) - KTM 530 - 35h04min41s1
6º - Rodolfo Brito (BRA) - Yamaha 700 - 35h20min36s1
7º - Carlo Collet (BRA - BRP 800 - 38min25h18s7
8º - Rodrigo Varela (BRA) - Suzuki 450 - 40h07min40s7
9º - Tom Rosa (BRA) - Yamaha 450 - 40h43min08s5
10º - Robert Nahas (BRA) - Protótipo – 41h29min00s2

Categoria Caminhões:
1º - Marcos Cassol/Rodrigo Mello/Davi Fonseca (Ford F4000) - 27h55min44s1
2º - Vanderlei Cassol/Lelio Carneiro/Henrique Oliveira (Ford F4000) - 30h03min52s1
3º - Felicio Bragante/Ricardo Costa/Nelson Corder (Ford F4000) - 30h49min20s8
4º - Kenner Santos Garcia/Ronie Von Silva (Ford F250) - 32h41min19s6
5º - Ulysses Marinzeck/Cesar Botas/Adriano Silva (Ford Cargo 1722) - 32h47min51s1
6º - Guido Salvini/Weidner Moreira/Fernando Chwaigert (Mercedes Benz Atego 1725) - 33h38min40s6
7º - Luciana Bragante/Roberlena Moraes/Carla Martin (Ford F4000) - 37h00min18s6
8º - Edu Piano/Solon Mendes/Marcos Alves (Ford Cargo 1722 4x4) - 39h44min58s2
9º - Amable Barrasa /Marcos Macedo (Ford F4000)- 42h48min50s8
10º - André Azevedo/Maykel Justo/Ronaldo Pinto (Mercedes Benz Atego) – 42h49min28s5

Fonte: UNICA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens Recentes

Postagens Populares