A INFLUÊNCIA DA PRODUÇÃO SUCROALCOOLEIRA NA REGIÃO DE PIRACICABA

Imagem do mapa

A plantação de cana-de-açúcar e a extração de seus derivados (açúcar e álcool) é uma das mais importantes atividades agroindustriais e econômicas do país. A cana-de-açúcar é a segunda principal fonte de energia do país, atrás apenas do petróleo. O Brasil é o maior exportador mundial de açúcar e álcool. Enquanto a produção de soja (um dos principais produtos agrícolas exportados pelo Brasil) cresceu 1,3%, a produção de derivados da cana-de-acúcar cresceu 26,7% este ano, sendo que o Brasil possui o menor custo de produção de açúcar do mundo devido aos baixos salários pagos aos trabalhadores do campo e por não possuir práticas voltadas para a sustentabilidade.(Rocha, 2007) A indústria canavieira sempre teve grande importância na economia e no processo histórico brasileiro. As regiões do país que, historicamente, têm cultivado a cana em larga escala são o Nordeste e o estado de São Paulo, aqui se inclui a cidade de Piracicaba que possui uma grande parte de sua economia baseada na produção de cana-de-açúcar. Essa expansão tem trazido sérias conseqüências para nossa região, como a destruição ambiental, expulsão dos trabalhadores do campo e constantes violações dos direitos trabalhistas. Ao falarmos dos trabalhadores, muitos são contratados por terceiros os chamados “gatos” que não asseguram os direitos trabalhistas e nem as mínimas condições de trabalho e segurança. Falaremos sobre a produção de cana na cidade de Piracicaba e região, mostrando sua influência social, ambiental e econômica.

ARICIA E. DE CAMARGO1; GABRIEL H. A. ANDRÉ2; GABRIELA DUARTE3;TAYNE B. ARRUDA4; GISELLE AP. DA SILVA RIBEIRO5

Professor Orientador: ELAINE DE FÁTIMA MONTANHA

1 Escola Estadual “Antonio Pinto de Almeida Ferraz”(gaby_gabyzinhaduarte_22@hotmail.com)

2 Escola Estadual “Dr. Antonio Pinto de Almeida Ferraz”

3 Escola Estadual “Dr.Antonio Pinto de Almeida Ferraz”

4 Escola Estadual “Dr.Antonio Pinto de Almeida Ferraz”

5 Escola Estadual “Dr.Antonio Pinto de Almeida Ferraz”

PALAVRA-CHAVES

Cana-de-açúcar, Trabalho e Condições de vida.

INTRODUÇÃO

A produção da cana é de grande importância econômica e social não só para a região de Piracicaba, como também para o país, maior produtor mundial com 338.348.000t, sendo mais da metade produzida no estado de São Paulo, com 198.480.000t. (Vários incentivos são dados para a plantação de cana e a estruturação do complexo sucroalcooleira com grandes subsídios. As grandes indústrias estão mecanizando suas colheitas mas , mesmo assim contratam mão de obra braçal porque em determinados terrenos as máquinas não podem atuar. Esta monocultura se contrapõe a várias questões, entre elas de políticas que garantam a soberania alimentar.

A influência econômica da cana-de-açúcar é muito grande em Piracicaba e região, sua evolução é representativa e importante para o desenvolvimento do mercado, gerando um grande número de empregos durante o período de colheita mais conhecida como “safra” e também nos outros meses do ano com a manutenção de máquinas e equipamentos das Usinas. Tudo isso é significativo para o crescimento da cidade.

No entanto, este crescimento nos gera inquietação, pois todo avanço presente na produção vem acompanhado de reflexos consideráveis em varias áreas da vida na cidade,tais como a questão ambiental, o desemprego ou emprego sem nenhuma preocupação com as normas trabalhistas.

PROBLEMA

A região de Piracicaba é um grande pólo de produção sucroalcooleira. O município abriga industrias fornecedoras de máquinas e equipamentos para usinas de açúcar e álcool e, em seu entorno existem muitas usinas produtoras como as unidades da COSAN (Santa Helena e Costa Pinto), o Grupo São Martinho com a Usina Iracema em Iracemápolis, e também alguns Engenhos de Pinga que tem como matéria prima a cana de açúcar e portanto também se pode falar que faz parte dessa fatia de mercado. Assim, dado tal importância queremos apresentar nesse trabalho as vantagens e desvantagens da produção sucroalcooleira para a nossa região.

METODOLOGIA

Pesquisamos vários sites da internet que trouxessem as questões das vantagens e desvantagens do plantio de cana de açúcar dentre estas questões que demonstrassem o trabalho e as condições de vida dos cortadores de cana de açúcar, como as usinas se beneficiam desta mão de obra e como o plantio da cana e sua transformação (açúcar e álcool) pode trazer crescimento econômico para nossa região.

Para entendermos estas questões, realizamos uma breve pesquisa sobre a indústria sucroalcooleira no Brasil

A organização e a participação integral do grupo contribuíram para uma percepção melhor do objeto estudado.

RESULTADOS

Através da pesquisa realizada pudemos notar que a cana de açúcar interfere diretamente na região de Piracicaba. E que embora tenhamos grandes vantagens no crescimento econômico as desvantagens nas questões trabalhistas e condições de vida do trabalhador canavieiro, apontam para a necessidade de uma política emergencial justa e que se faça cumprir

CONCLUSÃO

Como constatamos em nossas pesquisas realizadas na internet, em época do corte da cana-de-açúcar os trabalhadores migrantes vivem em barracos, “pensões” a situação é precária, os custos com moradia e alimentação são muito acima da média paga pela população em geral..

A incorporação de novas tecnologias no setor canavieiro aprofundou a exploração do trabalho, através de forma precárias de arregimentação, contratação, moradia, alimentação, saúde, etc.

Apesar de ser considerado um combustível “limpo”, produção da cana destrói o meio-ambiente e afeta a saúde da população. A queimada serve para facilitar a colheita, porém essa prática polui o ar e causa doenças respiratórias. Grande parte da cana em Piracicaba é feita sem nenhum controle ambiental.

Muitas usinas de pequeno porte fecham por não terem subsídios do governo para auxiliarem o seu trabalho.

A cana permite a produção do combustível renovável, disponibilizar energia elétrica para comunidades isolada pois, esta tem um elevado custo em função do diesel e ainda poderá colocar o Brasil numa posição privilegiada no cenário internacional se utilizar o álcool como fonte de energia renovável e oferecer a comunidade mundial.

Como todo sistema capitalista, que tudo gera em torno do crescimento econômico, Piracicaba está inserida neste processo de economia e política onde conseguimos observar que as vantagens só são aproveitadas por um número bem pequeno da população tanto piracicabana quanto brasileira.

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS

SITE

BOLSADI, O.V “O mercado de trabalho assalariado na cultura da cana-de-açúcar”

http://www.pastoraldomigrante.com.br. Acesso em 8 de junho de 2008

ROCHA, D. “O Brasil na Liderança Mundial do Agronegócio”

http://WWW.zootecniabrasil.com.br . Acesso em 8 de junho de 2008.

http://www.bu.ufsc.br/framerefer.html . Acesso em 8 de junho de 2008.

http://www.leffa.pro.br/textos/abnt.htm. Acesso em 8 de junho de 2008.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens Recentes

Postagens Populares